O Caso do Hospital Moinhos de Vento e seu sistema inédito no país para reaproveitamento de resíduos

As 2 mil toneladas anuais de resíduos gerados no Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, passaram a ser tratadas e reaproveitadas em subprodutos na própria instituição. Antes, o hospital encaminhava todos os resíduos comuns para aterros sanitários, mas agora na própria unidade ocorrem a coleta, a triagem e o tratamento do que foi descartado. Todos os resíduo passam a ter um destino ambientalmente correto, socialmente justo e economicamente viável, pois os resíduos passagem por uma triagem do material com potencial de reciclagem, dos restos alimentares destinados para a compostagem e ainda a esterilização de resíduos infectantes – tudo no próprio hospital.

A grande novidade é a destinação de resíduos infectantes, com objetivo de descontaminar esses resíduos foi implantada autoclavagem, que eleva a temperatura acima de 130°C em um ambiente fechado. Depois de triturado e compactado, o material abastece um gaseificador que gera gás e aquece a água utilizada na instituição. Tal iniciativa além de reduzir o impactos ambientais, gerou muitos empregos m Porto Alegre.

Para saber mais acesse: https://www.agenciapreview.com/central-de-transformacao-de-residuos/?cn-reloaded=1

Hospital Moinhos de Vento implanta sistema inédito no país para reaproveitamento de resíduos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 4 =