Uma análise dos principais Modelos Sintéticos de Políticas Públicas

Há muitas formas de apresentar os modelos sintéticos de políticas públicas formulados e aperfeiçoados, sobretudo a partir das décadas de 1990 e 2000 e que pautam as análises dos casos concretos de políticas, como os modelos de múltiplos fluxos de John Kingdom (2003); modelo do equilíbrio pontuado de Baumgartner e Jones (1993) e o modelo de coalizões de defesa do Sabatier (1993; 2007).

Ao longo do texto, expõe-se que muitos deslocamentos ocorreram ao longo dos últimos cinquentas anos na literatura, reduzindo a importância da racionalidade e do próprio processo de decisão na formulação de políticas, trazendo para o centro das análises outras etapas do ciclo de produção de políticas, como a formação da agenda e a sua implementação.

Artigo de Heber Silveira Rocha

Download

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 3 =