Este projeto, realizado entre 2021 e 2022, em parceria do GETIP com o OIPP (Observatório Interdisciplinar de Políticas Públicas Prof. José Renato de Campos Araújo) da EACH-USP e com o NEB (Núcleo de Estudos da Burocracia da FGV-SP) teve como objetivos analisar o impacto da desinformação e das fake news nas políticas públicas e produzir materiais informativos voltados à compreensão desses impactos e para a educação para a democracia.

O estudo, que teve origem no Trabalho de Conclusão de Curso em Gestão de Políticas Públicas de Ergon Cugler de Moraes Silva na EACH USP, sistematiza em 23 categorias os mais de 4 mil materiais selecionados ao longo de um ano. São alguns exemplos: a falta de adesão às campanhas de vacinação infantil contra sarampo e poliomielite, após falas de autoridades que colocaram a ciência em dúvida durante a pandemia da covid-19, ou, ainda; o prejuízo orçamentário no Estado diante do empenho de recursos públicos em medicações sem embasamento científico; ou ainda, o desnorteamento dos agentes públicos que atuam na ponta, implementando políticas públicas, dentre outras listadas.

Mais tarde, somaram-se à iniciativas alunos de graduação em Gestão de Políticas Públicas da EACH-USP (bolsistas e voluntários) que ampliaram a pesquisa original e produziram os materiais informativos (cartilhas educativas): Brendaly Sampaio de Matos, Isabella Natali Miranda Cuccin, Letícia Sakihama de Menezes Hora, Marcos Vinicius Rossi, Alexandre Gama de Souza e Breno Aranha Gillopes.

Para conhecer mais sobre o projeto, veja esta matéria do Jornal da USP.

Faça download da cartilha educativa infanto-juvenil Como as Fake News Afetam Nossas Vidas.

Faça download da publicação Como a Desinformação Impacta Políticas Públicas.

Clique aqui para assistir ao debate com o deputado Orlando Silva e os pesquisadores Marina Pita (Intervozes) e Márcio Moretto Ribeiro (EACH-USP).