Para uma economia política dos dados: uma proposta de governança democrática de dados a partir do estudo da infraestrutura digital do cartão de transporte da cidade de São Paulo

Tese de doutorado de Fernanda Campagnuci, defendida na EAESP-FGV em 2023, orientada pelo Prof. Henrique Diniz.

Este estudo se dedica a explicar a economia política subjacente às infraestruturas de dados no setor público e explora como os fluxos de dados que acontecem nelas são entrelaçados a fatores sociopolíticos, econômicos, normativos e técnico-institucionais. O modelo teórico desenvolvido foi aplicado ao caso prático da infraestrutura digital do cartão de transporte público da cidade de São Paulo, o Bilhete Único, que reúne informações de cerca de 15 milhões de pessoas e gera, diariamente, dezenas de milhões de registros sobre o deslocamento da população. À luz da economia política dos dados, o estudo reconstrói as trajetórias dos dados ao longo de suas “jornadas”, identificando situações conflituosas, interesses divergentes e os diversos atores envolvidos na sua operação e gestão. Ao final, propõe-se um modelo de “governança democrática dos dados”, com o objetivo de instaurar fluxos mais justos e transparentes, orientados ao valor público que os dados possam gerar.

Acesso em https://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/handle/10438/34375

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × dois =